Seja durante um corte de ajuste ou até mesmo na hora confecção da peça-piloto, muitas vezes uma quantidade considerável de material acaba ficando inutilizada durante o processo de produção. As perdas de matérias-primas são as mais visíveis e ocorrem de forma diversa nas empresas.

Mas, além de tecidos, malhas, forros, entretelas e linhas, não podemos deixar de citar as perdas com energia elétrica, água e, principalmente, horas de trabalho. Pensando nisso, juntamos algumas dicas que podem ajudar na redução desse desperdício.

 Antes de começar, ponha tudo no papel

 Na hora de planejar sua produção, é importante juntar todas as informações necessárias sobre seu produto, incluindo público-alvo, estilo de roupas e identidade da marca. Por quê? Assim, você tem uma ideia melhor da quantidade de material que deve comprar, evitando gastos desnecessários e, portanto, guardar dinheiro para o que realmente é indispensável. Uma ideia é montar uma ficha técnica com todas essas informações e assim se organizar melhor.

 Não negligencie a peça-modelo

 Na etapa de modelagem é que são definidos os tamanhos de tecido, agulha, cortes. É a etapa que antecede a criação da peça-modelo. Podemos pensar em tratar essa peça como a primeira da nossa coleção, pois é com ela que podemos ter uma ideia da quantidade de materiais e é onde corrigimos os erros. Com uma peça-modelo bem-feita, já começamos a economizar daí, pois, quanto menos ajustes nessa etapa, mais certeza teremos na hora de passar as medidas para a produção das outras peças. Sem contar que uma peça-modelo ideal, com menos alterações, gasta menos material por si só.

 Conheça o tipo de tecido utilizado

 É na etapa de encaixe que ficam decididos a quantidade e o tamanho dos tecidos a serem utilizados, ou seja, o consumo médio. Portanto, considerar o tipo de tecido a ser utilizado é um adianto para não errar a mão na hora da compra de materiais. Por exemplo, tecidos xadrez e listrados, ou com sentido, podem dar diferença de tamanho na hora do corte, já que essas estampas dão sensação de sentido e movimento ao tecido. A hora do enfestamento: processo de produção de um determinado produto, que consiste em estender o tecido em camadas ou folhas, uma sobre a outra, de forma a facilitar o corte simultâneo das peças comercializadas pela confecção, é um processo que merece atenção quanto ao tipo de tecido, já que os tecidos com elastano podem se alterar, dependendo do jeito que foram armazenados.

 Investir em moldes de papel

 52% dos produtores atribuem as perdas ao problema do encaixe dos moldes na peça a ser cortada. Quando os moldes são riscados diretamente no tecido, há o risco de as peças acabarem apresentando marcas, o que diminui o seu valor e muitas vezes até as inviabiliza. Comparados ao valor dos tecidos, os papéis em tamanhos de molde ficam bem mais em conta. Vale a pena ter esse gasto extra, pensando no barato que pode sair caro.

  Atenção redobrada na hora do corte

  O corte dos tecidos é uma etapa importantíssima, portanto, invista em bons materiais. E por que não pensar no aproveitamento de grades na hora do encaixe? Por exemplo, se na coleção existirem modelos diferentes com mesmo tecido e a grade permitir que as peças sejam encaixadas juntas, isso ajudará no processo de aproveitamento do tecido, além de economizar horas de trabalho.

 Medidas simples para reduzir contas de água e luz

 Reduzir os gastos com água e luz no seu negócio, é uma maneira de diminuir os custos e deixar  o valor do seu produto mais atraente aos clientes, além de aumentar os lucros e torná-lo mais competitivo. Medidas simples podem ser adotadas como: uso de equipamentos de menor consumo e manutenções frequentes, aproveitamento da ventilação e luz natural, verificando se há vazamentos entre outros.

Dica especial Sebrae

As peças estão prontas, está tudo certo para começar as vendas. Isso significa que você já está livre dos riscos do desperdício? Não exatamente.

Controlar o trânsito das peças que acabam ficando no estoque, trabalhando para que todas sejam aproveitadas e vendidas, além de ir em direção ao objetivo principal de aumentar os lucros da empresa, ajuda a ter uma noção de projeção de vendas e incentiva um planejamento mais elaborado da compra de materiais.

 

Que tal continuar explorando?